sábado, 30 de março de 2013

SENSUAL

S (Sexy)
E (Exuberante)
N (Natural)
S (Sensível)
U (Única)
A (Atrevida)
L (Luxuosa)

DESEJO DA RUA...!

Teus lábios encarnados...
Teu corpo do pecado...
Tua maça me tentando,
Eu me agitando, ao ver-te deitada
Na forma de Eva, pecadora e tentadora
toda bronzeada e enfeitada...!
Tua lingerie vermelha,
eu me acendendo em paixão...!
Pulsando por você tesão...!
Desfrutando-te na mente...!
Teu cheiro e sabor diferente...!
Meu p***** carente....!
Ao ver o teu corpo reluzente...!
Agarrei-te de frente...!
Prendi os teus braços, sem te dar espaço...!
tirei-te o cabaço...!
Tapei-te a boca com a língua,
enquanto beijava-te,
meus dedos rompiam a tua lingerie...!
teus olhos medroso fugiam...!
como que, quisessem dénier....!
mas era nuit solitaire...!
e teu coração rugia de malária...!
Naquele momento de lua,
você era só minha...!
Era a nossa união, amor e paixão...!
puro calor dos amantes,
com sabor daquele espumante...!
muito esfoliamento,
muito rompimento...!
eu dentro de ti,
você pulando a cerca, enfim...!
teus gritos encantavam as estrelas,
era apenas você e a lua,
numa forma bela,
era o desejo da rua...!
Amor em tela

quarta-feira, 20 de março de 2013

APENAS NA MENTE....!

com os meus olhos, eu vi a tua imagem nua...!
excitei-me ao compasso da lua...!
em caminhos com rosa,ou espécie de pua...!
comi-te no meu pensar de uma forma crua...!
apenas imaginei-te penetrar...!
teus gritos e o teu almíscar...!
gemias como a dor do mundo...!
teus gemidos, bandido...!
teu corpo nutrido...!
era um vai, que sempre vinha...!
chupei-te o dorso ate a espinha...!
você apenas rebolava,
era apenas o que eu sonhava...!
teu Ás de Copa
e o meu Pau(s) de pires...
ali estavas mesmo sem roupa,
fui bem a fundo para que pudesses sentires....
era uivos e arranhões...!
rebolamos gostoso electrizando o iões....!
era apenas tudo na mente....!
fizemos detrás e de frente...!
da posição da cadeira até aquela da serpente...!
senti no meu órgão o teu veneno...
quando seguraste-o quase que perdi o terreno...!
insalivaste-o , mordiscaste-o....!
rodaste-o com língua...!
eu pude me sentir distante da mingua...!
era apenas você e o meu desejo...
teus beijos e gritos, e o meu ensejo
arrepios sussurravam....!
nossos corpos murmuravam,
era uma tarde louca....
gozaste, gemendo,
e eu calei-te com um beijo na boca...!

LÁGRIMAS DO SILÊNCIO...!

Alma em seu momento frio...!
Amor congelado, silêncio calado...!
Desejo mal interpretado...!
Coração apertado...!
Olhos tentam chorar, mas as lágrimas secaram...!
O vazio tornou-se pleno...!
O breu ganhou terreno...!
Teus olhos me fazem sofrer...!
Sinto-me morto, mesmo estado vivo...!
Inalo esse sôfrego sem ter um crivo...!
E quando chega as noites eu sofro com a lua...!
Iludi-me com as estrelas, envenenando a minha alma nua...!
Teu cálice amargo provei...!
Teus beijos doces, hoje sei que foram envenenado...!
Por isso, hoje sofro calado...!
Proibiste-me de te amar...!
Quebraste as cores do arco-íris...!
Mataste a flor de Lis...!
Esquecendo-se, o que é ser Feliz...!
Já não sabemos quem somos...!
Sim, minto! Somos as Lágrimas do silêncio...!

segunda-feira, 18 de março de 2013

SUSSURRE...!

meus lábios pálidos
teu toque de mel...!
toque a minha face...!
me beija e me alcance...!
sussurre na minha língua
não me deixes na mingua...!
me envolva no relento...!
abraça-me ao vento...!
enfeitiça meu mundo...!
leva a minha voz, deixa-me mudo...!
degusta meus lábios...!
em aflúte dos sábios...!
aproveitemos a noites e sussurremos
o momento...!
sejamos solitários...!
embriaguemos-nos de champanhe...!
enquanto espero, por favor não se acanhe...!
sussurre...!

domingo, 17 de março de 2013

AMOR EM CORES...!

Além do arco-íris...!
teus pestanejar, tua córnea e íris...!
vislumbre ao encanto de Osiris...!
glória sem ser pires...!
apenas nutri-me desse sentimento
das cores...!
o seu cheiro ao longo das flores...!
amei-te a minha maneira...!
com a nudez da minha alma...!
com o meu desejo fantasma...!
joguei-me nessa alfombra...!
abracei, com emoção...!
se entregando a sombra...!
não é por desejo apenas
mais sim por paixão...!
não é ilusão, é amor com razão...!
com norte e direcção...!
junto ao vento na mesma canção
by the rainbow...!
now...!
posso dizer, sem medo de errar...!
habitas no meu âmago...!
estremes-me com o teu apego...!
beijas-me com sossego...!
isso é amor, e não nego...!
Além da aliança das 7 cores...!
na loucura de sabores...!
resgataste-me aos olores...!
enraizei-me em ti como as flores...!
amo-te além do arco-íris,
o paraíso das cores...!
De corpo e alma, seja onde fores...!

sábado, 16 de março de 2013

SUSSURRO DELIRANTE...!




Cada mergulho na mente eu ouço
o sussurrar da tua voz...!
O pulsar do coração naquele momento sós...!
Enlouqueço, e me estremeço...!
fico inquieto, mudo...!
Elevo-me, me arremesso...!
Perco-me ao teu sonido...!
O vazio preenche-se
e as emoções tornam-se cor-de-rosa...!
Alegro-me no teu trovejar em prosa...!
Tua sensibilidade nos lábios
quando empregas o som...!
Teu ar confiante no tom...!
Deixando-me delirante, é tão bom...!
Suave melodia que provem de ti...!
Vitalidade que faz-me escrever sem fim...!
Por isso dou mais de mim...!
Tua voz deixa-me assim...!
A cada dia, uma nova poesia...!
Ao soar da tua voz eu faço magia...!

BRISA PASSAGEIRA...!

Face do vento!
Oh, duro sentimento!
Tristeza ou melancolia!?
Não sei definir esse momento!
Meus olhos enganam-se,
será noite ou dia!?
7 letras invadem por dentro...!
Agonia aperta e espalha-se no centro...!
Ainda te ouço na brisa que se foi...!
Pergunto ao meu ego, será que ela vai voltar...!?
Pois essa reminiscência está a me maltratar...!
Ouço vozes que me fazem acordar...!
A luz expandiu-se entre o vazio....!
E a saudade responde no frio....!
Estou distante, mas ao mesmo tempo tão próximo...!
Estou com a face do vento...!
Bem dentro de ti...!
Sinta-me ai, no teu pensar...!
Sinta-me no teu ar...!

quinta-feira, 14 de março de 2013

DESEJO FANTASMA!

Desejo fantasma...!
Fome a roer os sentidos...!
Para o saciar da alma...!
Julgo das emoções terminando na cama...!

quarta-feira, 13 de março de 2013

GOTA D´ÁGUA...!



Chegamos aos nossos limites..!
Na pele os nervos floriram....!
Nossas mentes esquentaram-se...!
Você não me compreendeu...!
Eu não te entendi...!
E tudo chegou ao fim...!
O pior é que ainda gosto de ti...!
As coisas mudaram do vinho para água...!
Hoje foi a gota d´água...!

GALÃ...!


café com leite...!
Nossos corpos num contraste de cor,
combinação perfeita na noite...!
Teus olhos redondos e rasgados, tua boca pequena...!
Voz serena, pele clara fina...!
Minha pele castanha e quente...!
Na copa do silêncio, deixamos a
noite nos envolver...!
Deleite na mente...!,
Ao prazer nos entregamos,
ao som do silêncio nos amamos!

sexta-feira, 8 de março de 2013

TENHO MEDO...!

Tenho medo de perder o sorriso do teu amanhã,
medo se sentir o frio das noites distantes,
medo de dormir sem acordar!
Tenho medo do teu silêncio trazer cicatriz ao meu íntimo,
medo desse labirinto em que vagueio,
medo de sentir calor em tempo de frio!
Medo que as palavras se esqueçam no tempo,
tenho medo da tempestade de desejo que sinto,
medo de nunca ser encontrado,
medo de sofrer calado!
Tenho medo dessas profundezas
das lágrimas no canto dos meus olhos!
Medo dessa sede obsessiva,
hoje tenho medo de perder o amanhã!
Apenas tenho medo do vazio me afastar de você...!

quinta-feira, 7 de março de 2013

PARA TI MULHER...!

hoje eu quero chorar as tuas lágrimas...!
viver cada momento do teu sofrer...!
hoje eu quero entender o teu querer...!
as tuas lutas e conquistas...!
eu quero saber dos teus sonhos e desejos...!
não por ser Março que eu vos homenageio...!
não é por esse dia, e nem por esse mês....!
mas sim pela tua história e momentos de gloria,
pois eu sei se onde vens...!
e o que tens e o que fazes!
tão remota tu és...!
pois não é fácil suportar as máscaras da sociedade...!
não é fácil dormir e acordar para essa realidade...!
onde as emoções frustam-se causando atrocidades...!
Mulher, símbolo de persistência...!
e coragem e determinação,
símbolo de harmonia, paz e união
vocês que carregam no ventre a árvore do renascer...!
que fazem o fruto crescer..!
vocês que sofrem os maltrates...!
os disparastes e desprezo..!
vocês que caminham na luta pela emancipação
que suportam o bafo da nossa emoção...!
vocês que dão luz para escuridão...!
Eva a costela de Adão...!
vocês que tem a o poder da sedução..!
que são enganadas pelos nossos sermões...!
hoje e agora eu vos dedico essa homenagem...!
para todas as mulheres...!
eu deixo a minha alma nua e deixo que essas palavras sejam vossa...!
pois eu entendo a vossa dor, mesmo no silencio eu compreendo a vossa luta, 
não é fácil suportar o inverno da humanidade...!
a dor da maternidade!
A vocês que trazem o perfumes entre as flores...!
que trazem o frio em tempo de calor!
que rejuvenescem com a primavera...!
vocês que vestem-se de dor  da humanidade...!
hoje eu vou partilhar um pedaço de mim com a nobreza do vosso ser
hoje eu chorarei as mesmas lágrimas que vocês, por isso recebam de braços abertos cada pedaço do meu ser...!
Parabéns por serem o nosso respirar!

sábado, 2 de março de 2013

DEGUSTAÇÃO






Noite em silêncio...!
frio inocente nos lábios..!
Degustar os prazeres dos sábios!
vinho espumante!
Em aflúte para amantes...!
Deixando  o momento excitante..!
Na carência de prazer....
Uma taça de champanhe...!
Senti-lo a bel-prazer...!
Que os meus lábios te acompanhe...!
Bons em momentos de lazer...!
E que o silêncio não nos acanhe...!
Em cada gole faça-me reviver...!
E que a vontade não se estranhe...!
Apraz das emoções...!
Cada gole causando sensações...!
Em fortes prazeres e paixões....!
Degustar e sentir excitações...!
De Dom Pérignon...!
Á Moet Chandon...!
Apenas eu  a degustar uma taça de champanhe..!!
Apenas o libido das estrelas
e que a poesia não se acanhe...!
No momento ébrio...!